Meu bebê está resfriado. E agora?

tag Tags || Doenças e sintomas

10

jun

2015

Meu bebê está resfriado. E agoraNão é fácil acompanhar os primeiros resfriados de um bebê. Geralmente ele sente desconforto, funga muito e pode ter dificuldades para mamar. E para o desespero dos pais, voltam as noites mal dormidas.

O primeiro passo é manter a calma, pois não há complicações maiores quando o bebê fica resfriado. O mais importante é observar os sintomas e procurar assistência médica quando for necessário.

Por que o bebê fica resfriado?

São vários tipos de vírus que podem causar infecções nas vias respiratórias superiores. A forma mais frequente de contágio é através da saliva. Há também a possibilidade do vírus ser transmitido pelo contato com as mãos. Por isso, é fundamental manter as mãos higienizadas.

E os sintomas?

Geralmente, o primeiro indício é febre, acompanhada de tosse, olhos vermelhos, coriza e dor de garganta. Nesta fase, o bebê pode ficar irritado, choroso e sem apetite. Caso ele tenha menos de 6 meses, poderão ter dificuldades de mamar se estiverem com o nariz congestionado.

Meu bebê está resfriado. E agora 4 O que fazer para amenizar o desconforto?

  • Durante o sono, é importante elevar a posição da cabeça, seja no colo, no carrinho ou no berço. Tal procedimento facilita a respiração.
  • O pediatra poderá instruir a família sobre a melhor forma de usar soro fisiológico no alívio da congestão nasal. No mercado, as opções são em spray ou em gotas.
  • O médico também poderá sugerir o uso de vaporizador de ar para deixar o ambiente mais úmido.
  • Um banho pode ajudar e muito. O vapor do chuveiro é um bom aliado na hora de descongestionar o nariz.

É possível evitar?

Em princípio, algumas atitudes podem diminuir muito as possibilidades do resfriado:Meu bebê está resfriado. E agora 3

  • Leite materno é uma dose extra de reforço, já que, além de alimentar e hidratar, o bebê também recebe anticorpos fundamentais para a proteção. Claro que ele pode contrair um resfriado mesmo mamando no peito, mas pode apostar que os sintomas serão bem mais brandos.
  • Vacine seu(sua)filho(a) contra a gripe. As campanhas são anuais e amplamente divulgadas pelo Governo. Informe-se no posto de saúde e mantenha as vacinas da criança em dia.
  • Lave as mãos. Manter a higiene das mãos evita o contágio com o vírus.

Quando devo procurar um médico?

Se o bebê estiver com menos de 3 meses, procure um médico ao perceber que ele não está se sentindo bem.  No caso de bebês acima de 3 meses, leve-o ao pediatra de o resfriado persistir por mais de 5 dias, com tosse persistente e febre acima de 38 graus. Observe também como está a respiração, a coloração do catarro e se ele mexe constantemente o ouvido.

O que nunca devo fazer?Meu bebê está resfriado. E agora 2

  • Não administre remédios e descongestionantes por conta própria.
  • Use apenas antitérmico prescrito pelo pediatra.

O que você pode fazer sem prescrição médica é dar muito carinho e colo para o bebê. Nesta fase, ele provavelmente se sentirá inseguro e estar aninhado às pessoas que ele mais ama vai fazê-lo se sentir mais protegido. | Referência: brasil.babycenter.com

As informações da matéria não substituem a consulta médica.
Qualquer dúvida, procure um especialista.

Um comentário para “Meu bebê está resfriado. E agora?”

  1. Ana Paula disse:

    Olá, Bom dia. Na dica sobre lavar as mãos, gostaria de acrescentar um detalhe que alguns médicos fazem questão de pontuar. Lavar as mãos somente com álcool, segundo especialistas em bacteriologia, não é suficiente. O ideal é lavar as mãos com álcool e também com sabão. Pode ser sabonete líquido. Para uma lavagem adequada, é recomendado esfregar bem as unhas, frente e costas das mãos e também o antebraço. Abraços – Ana Paula Neves.

Faça seu comentário